Palatino

Um pouco da história do Palatino

De acordo com uma antiga lenda, foi nesta colina que Rômulo construiu a primeira base de Roma na segunda metade do século VIII a.C. As escavações revelaram ruínas de cabanas da Idade do Ferro e a antiga fortificação. O Palatino também era o centro de cultos, como por exemplo para Cibele, a personificação da terra fértil, uma deusa ambivalente que simboliza a força criativa e destrutiva da natureza.

Durante os séculos II e I a.C. foi transformado em "bairro residencial" da aristocracia romana. Neste período foi construída a Casa de Grifi, famosa por suas pinturas. O Imperador Augusto transformou a colina do Palatino na sede oficial do poder e iniciou um programa de construção de palácios imperiais, obras de renovação e de ampliação de edifícios construídos pelos imperadores anteriores.

O que é o Palatino atualmente?

O Palatino é uma das áreas mais antigas de Roma, onde atualmente encontram-se as ruínas dos templos e dos palácios dos imperadores romanos que viviam ali. Embora hoje em dia existam apenas algumas partes das velhas estruturas, através delas podemos apreciar e imaginar o estilo de vida daquela época. Uma das estruturas mais preservadas na Colina do Palatino é a casa imperial, também conhecida como Casa de Augusto.

O Museu Palatino encontra-se na colina homônima, vários objetos das tumbas da Idade do Ferro e obras de arte dos edifícios imperiais estão expostos entre os monumentos. As obras mais importantes são as pinturas decorativas na Sala de leitura Isiaca.

Curiosidades sobre o Palatino

Você sabia que, segundo a mitologia romana, a caverna onde viveu Luperca (Loba Capitolina), a loba que amamentou Rômulo e Remo, ficava no Monte Palatino? A lenda diz que quando os irmãos decidiram construir uma cidade às margens do rio, como não conseguiam chegar a um acordo, Rômulo assassinou Remo e fundou a cidade de Roma.

Você sabia que o Palatino é uma das sete colinas romanas e que sempre representou um lugar sagrado para os romanos? O Palatino deu origem à cidade de Roma e é uma das aldeias onde a vida de Roma se estabeleceu como um verdadeiro organismo urbano.

Por que visitar o Palatino?

O Monte Palatino foi considerado o berço da capital italiana, além disso, acredita-se que foi habitado desde o ano 1000 a.C. Durante o período republicano, os romanos da classe alta se estabeleceram na colina e construíram edifícios luxuosos, que atualmente conservam importantes vestígios.

O Palatino está localizado entre o Fórum Romano e o Campo Marzio, que fazem parte da "Roma Quadrada". O Palatino é a colina mais central das 7 colinas de Roma, na antiguidade era o melhor lugar para se viver, muitas pessoas importantes como o poeta Cátulo, o orador Cícero e imperadores como Calígula, Tibério e Nero viveram nele.

Do topo do Monte Palatino é possível admirar a deslumbrante vista do Fórum Romano, que você também poderá visitar com o ingresso único que garante o acesso às três atrações mais famosas e importantes de Roma: o Coliseu, o Palatino e o Fórum Romano.

Outras atrações nas redondezas

A maravilhosa cidade de Roma possui muitas atrações que você não pode perder durante a sua visita, entre elas:

Os Museus Capitolinos, que são os museus públicos mais antigos do mundo, localizados na Piazza del Campidoglio com a famosa "Loba Capitolina" (Luperca).

A Fontana de Trevi, a primeira fonte construída durante o Renascimento e a fonte mais bonita de Roma.

O Panteão, uma obra-prima da arquitetura romana, construído no reinado do Imperador Adriano no ano 126 d.C. Atualmente além de ser um monumento que realiza a função de um panteão real, continua a ser uma igreja. No seu interior encontram-se os túmulos dos dois primeiros reis da Itália unificada, além do túmulo do pintor renascentista Rafael.

Piazza Navona, localizada no coração da cidade medieval e rodeada por ruas estreitas, construída em estilo barroco e possui três fontes realizadas sob a orientação do Papa Gregório XIII. A principal atração da Piazza Navona é a Fonte dos Quatro Rios, desenhada por Bernini.

Todo isso e muito mais!

Clientes que viram este museu também viram:

Museus do Vaticano:  Bilhetes, Visitas guiadas e Privadas - Museus Roma

Ver Museu

Coliseu Rom:  Bilhetes, Visitas guiadas e Privadas - Museus Roma

Ver Museu

Forum Romano:  Bilhetes, Visitas guiadas e Privadas - Museus Roma

Ver Museu

Galeria Borghese: Bilhetes, Visitas Guiadas Privadas -  Museu Roma

Ver Museu

Informações Úteis

Aberto

8h30 - 16h30 de 2 de janeiro a 15 de fevereiro
última entrada às 15h30
8h30 - 17h de 16 de fevereiro a 15 de março
última entrada às 16h
8h30 - 17h30 de 16 de março ao último sábado de março
última entrada às 16h30
8h30 - 19h15 do último domingo de março a 31 de agosto
última entrada às 18h15
8h30 - 19h de 1 de setembro a 30 de setembro
última entrada às 18h
8h30 - 18h30 de 1 de outubro ao último sábado de outubro
última entrada às 17h30
8h30 - 16h30 do último domingo de outubro a 31 de dezembro
última entrada às 15h30

Fechado

A Casa das Vestais, o Templo de Vênus e Roma e as Arcate Severiane fecham 30 minutos antes do horário de fechamento normal da área arqueológica.
A Rampa Domizianea (trecho final) fecha 60 minutos antes.
Nos dias 25 de dezembro e 1 de janeiro, a bilheteria fecha uma hora antes do fechamento museu.

Endereço e Mapa

Piazza del Colosseo, Roma.

Ver mapa

Exposições

Exposições programadas dentro dos museus:

Palatino e Fórum Romano: nenhuma exposição programada.

Acesse comodamente os museus, utilizando o nosso serviço de translado!
SERVIÇO DE TRANSLADO
SERVIÇO DE TRANSLADO
Reserva Agora